Como Cuidar de Pastor Alemão

Publicidade:

Conhecido como pastor alemão ou lobo da alsácia, os pastores alemães são pertencentes a uma raça que pertence o grupo 1 na categoria da Federação Cinológica Internacional. Também se enquadram na seção 1, classificando-se como cães de pastor e boieiros (exceto boieiros suíços) – e de pastor. Como o próprio nome sugere, são cães originários da Alemanha, também é uma das raças mais estudadas e numerosas do mundo dos animais. Segundo pesquisadores, estes cães pastores são de regiões do norte europeu, sendo apenas no século XX que o primeiro exemplar passou a ser registrado oficialmente na literatura canina.

Os pastores alemães passaram por diversos cruzamentos para que chegassem ao estado característico que se tem hoje. Por serem um dos cães mais inteligentes mesmo após tantos modismos de adoção desta ou daquela raça, continuam a ser um dos mais desejados na lista de pessoas que desejam ter um cão de raça em suas casas. Esta também é uma das raças que mais trabalha em conjunto com policiais e trabalhadores rurais por conta de suas habilidades de farejamento. Possuem pelagem escura, indo do marrom ao preto, e alguns com leves tons dourados. Chegam a pesar mais de 10 quilos em exemplares machos.  Pertencem ao grupo dos cães de grande porte, e têm expectativa de vida que varia entre 10 a 15 anos, dependendo de como são tratados. Também necessitam de atividade física constante, pois devem queimar muita energia.

São cães devotados e muito prestimosos, sendo de uma fidelidade extrema aos seus donos. É um cachorro de família. Muito desconfiados com estranhos, latem muito quando demonstram alerta para qualquer sinal de que algo está muito estranho em seu território. São obedientes se forem treinados e gostam de ganhar recompensas por este tipo de devoção. Fáceis de serem treinados, não fazem amigos tão facilmente, por isso são considerados por vezes antissociais. Porém, se forem educados desde filhotes e criados com outros animais, podem também devotar respeito e amizade por outros cães que estejam em seu território.

Estes cães precisam de alimentação de boa qualidade. Como ganham peso rápido, em particular quando estão em fase de crescimento e amadurecimento, precisam de ração equilibrada, água sempre fresca, ossos para roer e ajudar a proteger a dentição. Precisam de visitas ao veterinário, mas não com certa frequência. Vacinações periódicas e dentro da tabela canina devem ser efetuadas. A vermifugação deve ser rotineira e a cada seis meses, no máximo.