Como Cuidar de um Chihuahua

Publicidade:

De acordo com a Federação Cinológica Internacional é o chihuahua o menor cão do mundo, este ocupa a posição 218 na classificação de raças. A raça padrão inserida no grupo 9, pertencente a seção 6, empatando apenas com o pequeno cão russo.  Seu nome vem justamente da região mexicana  de Chihuahua, sendo ainda descrito como um cão extremamente delicado, afetuoso e altamente possessivo. Daí ser um cão que exprime seus sentimentos por meio de latidos estridentes e até irritadiços. Cão de luxo, que gosta de ficar no colo, portanto de função cerimonial, não deve ser visto como cão de caça ou outra ocupação. É um dos animais domésticos que melhor se adaptam ao ambiente familiar, pois precisam de pouco espaço para viver.

Seu tamanho não ultrapassa os 22 centímetros, isto entre os exemplares do sexo masculino. Quanto ao peso, também são leves, não ultrapassam os 3 quilos, em ambos os sexos. É um cão bastante inteligente, e ocupa a posição 68 no ranking entre as demais raças caninas. Para quem está pretendendo ter um exemplar em casa, é preciso ter muito cuidado se pegá-lo ainda filhote, pois são tão pequenos que podem passar desapercebidamente.

Possuem muita energia, são loucos por brincadeiras, embora não sejam os mais animados da categoria. Fazem amizades muito facilmente com outros cães, em geral do mesmo porte.  Também não se intimidam com estranhos, alías isto costuma ser um problema, já que se estiverem perto de pessoas novas, podem sair andando atrás deles e deixarem seus donos sem qualquer pudor. Precisam de muita proteção, haja vista seu tamanho, peso e altura. Apresentam também boa tolerância tanto ao frio quanto ao calor, adaptando-se facilmente a qualquer lugar onde possam viver. Como possuem muita energia, também apresentam necessidade de atividades físicas regulares. Apresentam muito apego aos seus donos, sendo devotados em particular a um único dono, com exceção de casos extremos. Também não são cães que devem viver do lado de fora da residência, portanto, para aqueles que não querem um cão dentro de casa, não devem escolhê-lo como animal de estimação.

O chihuahua precisa de alguns cuidados bem particulares, em particular com a higiene. Em casos extremos podem apresentar problemas com estenose pulmonar, hidrocefalia, luxação da patela, KCS e hipoglicemia. Daí ter uma atenção muito particular com a alimentação desses cães. Por conta de certos cruzamentos desta raça, o ideal é que alguns exames sejam feitos periodicamente, como o do coração e dos joelhos.

Alimentação deverá ser feita à base de ração de boa qualidade.