Como Cuidar de um Pastor do Cáucaso

Publicidade:

Os cães da raça pastor do cáucaso  apresentam origem russa, mas há registros de que foram formadas em duras condições montanhosas. Além disso,  foi durante muito tempo utilizada na proteção das pessoas, contra possíveis invasões à Europa Oriental. Trata-se de um cão, que esteve intimamente ligado a todo um passado histórico bastante recente. Era, pois, um cão de guarda das fronteiras da Alemanha, evitando que pessoas passassem através do Muro de Berlin. Pertencente ao grupo 2 e classificado também na seção 2, segundo a Federação Cinológica Internacional. O pastor do cáucaso  parece à primeira vista um grande lobo, e por isso há referências dele em diversos documentos assinados por Stálin, que o adotou como sendo o seu tipo de cão preferido.

Os cães desta raça podem chegar aos 100 quilos, facilmente. Eles são realmente grandes. Alcançam em média, 1, 08 isto se considerada a medição até a cernelha. Nas fêmeas, isto fica radicalmente reduzido, elas não ultrapassam a altura de 62 centímetros.

Quanto à coloração, podem apresentar vários tons de cinza, com muitas nuances pelo corpo todo, estas em geral em tons bem claros, o que contrasta bastante com a pelagem mais escura, fazendo lembrar pingos de neve em volta do cão. Mas é possível ainda encontrar exemplares com tons marrons, palha, verrugem, amarelo, branco e cor de terra. Até mesmo versos de pelagem tigrada é possível de ser vista.

De grande atividade física e mental, são cães que não podem de forma alguma serem criados em espaços muito apertados. Precisam de locais onde possam correr e exercitarem-se. Possuem ainda um nível de atenção que faz com que outras raças caninas fiquem bem abaixo dele. Por conta disso, costumam ser muito equilibrados e calmos, com reações de defesas que somente se manifestam se forem realmente provocados. São desconfiados e não gostam muito de estranhos. A tendência é sempre de ataque.

A pelagem é rústica, forte e densa. De longa para curta em certas partes do corpo. Precisa ser escovada ao menos três vezes por semana. Em particular em épocas de troca, para a retirada dos excessos de pelos mortos. Banhos devem ser mensais, visitas ao veterinário devem ocorrer ao menos uma vez por ano, para a realização de exames das articulações e do coração. Também é preferível que alimentação oferecida seja à base de ração de alta qualidade, já que o cão do cáucaso precisa se alimentar de forma bastante equilibrada. Convém oferecer complementação vitamínica em comprimidos. Vermifugação semestral.