Dicas de Cuidados Para a Raça Chow–chow

Publicidade:

O chow – chow é originário da Mongólia e não a China, como muitos pensam, pois eram criados por tribos bárbaras mongóis, e usados tanto para guarda quanto para a caça. À época em que os mongóis invadiram a China, eles levaram os chow-chows para o território chinês.

O chow-chow é uma das raças mais antigas criadas pelo homem  a qual não sofreu grandes mutações. Além disso, é considerado um animal exótico por duas principais características: a língua azulada e a presença de pelos longos na cabeça, lembrando uma juba de leão. Estes cãezinhos adoráveis eram chamados de “cães de guerra” e da “escuridão”, pois a coloração da boca deles, característica tão peculiar seria a “um tipo de proteção contra espíritos do mal”, na crença popular.  Um pouco mais a frente, os cães da raça chow-chow passaram a ser utilizados também para pastoreio e busca, em funções  de farejadores para tração, de puxadores de trenós e de  fornecedores de pele e de comida tanto para os mongóis quanto para os chineses que já haviam incorporado o chow-chow às suas rotinas.

De pelo liso, resistente e denso e nas cores preto, creme, marrom-avermelhado e cor de canela (bastante comum), apresenta um focinho achatado e as suas orelhas são pontiagudas. Os chow-chows têm comportamento dócil, mas às vezes indiferente ou desconfiado com pessoas estranhas. Por isso, o dono tem que cuidar da sua socialização. No entanto, como companheiros, são fiéis e bastante protetores, vivendo entre 9 e 12 anos. Mas vale salientar que há registros de casos em que os cães dessa raça tão particular, num ato intempestivo, atacaram seus próprios donos. Mesmo não havendo registros de mutações claras, como são parentes distantes dos lobos, considera-se que tenham algum problema gênico não identificado.

Estes cães sentem muito calor, por isso precisam ficar num ambiente fresco nos dias de temperatura alta, se possível, com ventiladores. Os passeios com o chow-chow devem ser feitos nas primeiras horas do dia ou no final, quando o clima é mais agradável, e as caminhadas não devem ultrapassar os 30 minutos, pois eles não aguentam mais do que este tempo. Também são propensos às doenças de pele, sendo assim, cuidados com a sua deste cão são fundamentais. Precisam ter uma alimentação sempre balanceada, de preferência ração premium ou super premium, escovar os dentes e pelos regularmente, procurar deixar a casa ou o apartamento bem higienizado e arejado e manter sempre os pelos bem secos. Os banhos, por exemplo, devem ser mais espaçados, a cada 1 mês e meio.