Dicas Para Cuidar dos Pugs

Publicidade:

Lindo cão de companhia, os cães da raça pug provavelmente se originaram na China Antiga, a partir de cruzamentos frequentes que aconteciam naquela região entre as raças de cães de pequeno porte, as “short mouthed dogs”, ou os cães de “boca curta”.

Muito provável é que o pug seja uma ramificação de outras três raças pequenas que são largamente descritas em documentos daquela época, cerca de 700 a.c, os quais foram encontrados por pesquisadores.

Por volta de 1300 d.c, já eram encontrados exemplares em algumas regiões da Europa, mas somente no final do século XVI é que a raça pug, por meio do comércio ascendente é que passou a ser visto em larga companhia dos humanos ocidentais. Ganhou popularidade, em particular na Holanda, onde nomearam a raça de “mopshond”. Mas quem realmente popularizou o cãozinho de fisionomia “carente” foi Josephine Bonaparte, proprietária do exemplar batizado de “Fortuna”. Ainda é possível visualizar este amor que os europeus nutrem em particular pela raça, ao lembrar-se de que grandes pintores eternizaram estes cães em suas pinturas. É o caso dos quadros de Goya, pintor espanhol que mostrou em suas pinturas os pugs com orelhas cortadas.

Os pugs são classificados na nomenclatura como cães de companhia, pertencendo ainda ao que se denomina grupo 9 ou cães toys. Pesam entre 6,3 a 8,1 quilos, sendo que os maiores e mais pesados estão sempre entre os machos. Bem pesados para a estatura que não chega a 60 centímetros. Tem ainda uma forma bastante compacta, com proporcionalidade entre as patas curtas e seu corpo firme de pelagem bem curta, porém macia. A característica mais marcante da raça pug, contudo está no formato de sua cabeça. Arredondada, com olhos também arredondados e muito expressivos. As orelhas são ajustadas à cabeça e a coloração delas deve ser sempre preta. As rugas em torno dela são também largas e profundas. E uma outra grande ruga tem de ser visível em cima do nariz. A cauda é implantada sobre a garupa e também é bem curta.

Alguns cuidados devem ser tomados com os cães da raça pug. O primeiro deles é no que concerne à alimentação, que deve ser a base de ração de qualidade, preferencialmente as denominadas super- premium. A água deve ser sempre fresca e limpa, bem como o local onde eles vivem. Não são cães para ficarem na rua, ou do lado de fora da casa. Mesmo possuindo pelagem curta, devem ser escovados com frequência. A visita ao veterinário também deverá ser constante. Precisam de imposição de limites de seus donos, pois costumam ser bastante rebeldes.