Iluminação Para Aquário Plantado

Publicidade:

Muitas dúvidas surgem quanto a melhor forma de utilizar uma iluminação de aquário plantado e ainda como abranger e ainda melhorar a distribuição das lâmpadas nas luminárias e ainda não deixar as sombras dentro de seu aquário. Para falar disto temos algumas relações existentes que devem ser respeitadas, dentre elas temos Watts X Lumens X Litro X Altura, além de tudo isto precisamos sempre levar em conta a luminária que será utilizada, bem como o tipo de lâmpada e o seu fotoperíodo utilizado.

Como acontece o processo de fotossíntese nos aquários

O processo de fotossíntese acontece na presença de luz que fica ligada diretamente ao crescimento das plantas e também atua diretamente em todo o equilíbrio existente dos aquários. Com isto podemos entender como ideal uma faixa equivalente entre 5.000 a 8.000 Kelvins (temperatura de cor da lâmpada), nesta faixa os comprimentos de onda são o suficiente para a maior parte das plantas aquáticas.

Apenas luzes não geram um melhor desempenho

É fundamental ficar atento para as luminárias que cobrem todo o comprimento do seu aquário para não deixar assim pontos de sombra dentro do seu aquário. Tudo isto a menos que possa planejar os pontos de sombra, procure eliminar todos.

O fotoperíodo

De forma geral devemos deixar um foto período para o sistema de fotossíntese se alimentar, e de forma geral precisamos ter entre 8 a 10 horas diárias e ininterruptas. No começo de uma plantação até a sua estabilização vale muito a pena colocar um timer para que fique oito horas e depois você gradativamente poderá aumentar a luminosidade. Em grande maioria os aquários se dão muito bem com 9 horas diárias,

Tenha todo o cuidado, e cada um dos pontos devem sempre ser seguidos á risca, pelo simples fator de que você está lidando com vidas, tanto uma vida animal como vegetal e por isso precisa acima de tudo ter bastante cuidado e respeito. É importante sempre que as luminárias cubram todo o comprimento do seu aquário mas não sejam nem muito fortes nem muito fracas para que as plantas possam viver bem.