Pug, Um Cão Calmo, Dócil e Muito Lindinho

Publicidade:

Não são poucas as raças de cães de companhia que merecem uma boa estima, o pug por sua vez é já chamado desta forma por ser um cão diminuto e faz muito sucesso nas criações.

História da raça Pug

Muitos dos autores afirmam que esta raça poderá derivar dos cães como o pequeno dinamarquês, enquanto isto outros poderão definir o cão como um tipo de Dogue de Bordeaux em miniatura.

Em tempos antigos, podemos dizer que além dos vários exemplares de tamanho grande é possível que existissem cães com as mesmas características dos mastins, apesar disto com um aspecto existente de nanismo que é bastante acentuado e interessante.

A origem da raça não se tem uma denominação correta, mas talvez seria asiática. Apesar de ter uma patronagem britânica esta é uma raça determinada como de origem chinesa, onde surgiam estes cães de nariz arrebitado com um enorme apreço. A raça teria sido levada a Europa durante o século 16 em mãos de comerciantes das Companhias Holandesas das Indias Orientais. Dizem que o pug tem este tamanho diminuto devido a uma evolução de cães que eram guardados em caixas para não se desenvolver muito na China.

A raça começou a ganhar uma grande notoriedade devido a serem criados e popularizados pela rainha Vitória.

O temperamento dos cães da raça

O pug é um cão de temperamento bastante calmo, dócil e que não late por nada, adora ficar no colo, e acima de tudo é um cão equilibrado. Este cãozinho possui um grande charme, é extremamente inteligente. Apesar de seu tamanho diminuto ele possui um temperamento bastante forte e ainda é obstinado mas raramente agressivo. Podemos considerar ainda que o pug é um excelente como cão de companhia, muito afetuoso e bastante companheiro adequando para as famílias que tiverem ou não crianças.

Seu porte é considerado robusto e por isso é capaz de ser ótimo para crianças, tendo a capacidade ainda de acompanhar diversas brincadeiras sem ter riscos de machucar devido a seu porte pequeno. É uma raça muito conhecida por acompanhar o humor dos seus donos. De forma geral são amáveis e quietos mas poderão se mostrar muito vivaz e agitados, sempre que forem estimulados.