Rodóstomus, Peixe de Aquário

Publicidade:

Sendo considerado como um dos mais bonitos e mais especiais exemplares Tetras, este que é um pequeno e pacífico peixe é considerado como um dos mais cardumeiros. O seu efeito em um aquário é incrível quando existe um grande número de espécimes bem adaptados em um ambiente. É um tipo de peixe ideal para aquários que são plantados, mas para o criar a recomendação utilizada é que sejam mantido no máximo 10 exemplares.

Conheça um pouco mais sobre a raça a seguir e seus diferenciais

Ele que é conhecido somente como Rodóstomus ou ainda Nariz de bêbado na Europa conta com três espécies que são mais conhecidas, dentre eles temos o verdadeiro Rodóstomus e Belém e ainda dois exemplares considerados falsos. A diferença entre os exemplares é muito simples, o Hemigrammus rhodostomus por exemplo e o Patitella georgiae possui uma parte de sua cabeça avermelhada sendo que o primeiro também conta com uma listra preta na sua cauda e que se prolonga até o meio do corpo do peixe, já no exemplar anterior a listra não ultrapassa a sua nadadeira caudal.

Características biológicas deste peixe

Apesar destes serem peixes bastante resistentes, são mais frágeis se eles forem comparados aos outros Tetras e se sentem um pouco mais confiantes e coloridos quando são inseridos juntamente com vários exemplares formando assim um grande cardume, eles são ideais para aquários comunitários e plantados. Apesar de tudo isto procure evitar os colocar em grupos pequenos e tenha sempre uma boa quantidade de plantas e troncos para que eles possam se sentir seguros.

O aquarista que quiser criar estes peixes deverá ter uma boa certeza de os colocar com peixes pequenos e também pacíficos e principalmente procurar atentar em sua adaptação inicial. Com isto quando eles forem capturados e você se deparar com eles boiando na superfície de cabeça para baixo não se assuste. Ele faz isto para enganar seus predadores mas em seguida volta ao normal. Apesar de ter uma fácil adaptação é importante que o peixe passe por uma soltura de pelo menos 20 minutos de aclimação antes de ir para o aquário.