São Bernardo, Como Cuidar

Publicidade:

Cão de guarda de guarda, de trabalho e de diversas outras utilidades, o são bernardo pertence ao grupo dois na classificação geral do Federação Cinológica Internacional. Trata-se de uma raça canina muito antiga, que fora desenvolvida a partir de raças molossas  levadas à região dos Alpes Suíços pelos soldados romanos.  Sua origem, portanto, é desta região de altitude e frio. Os cães da raça são bernardo, entretanto, apenas sobreviveram em função da ajuda dos monges que decidiram criar estes animais em seus monastérios, mais especificamente no Hospice du Grand St. Bernard, daí o nome da raça canina.

Ao contrário do que muito se imagina, o cão da raça são bernardo não demanda tantos cuidados nem é difícil de ser tratado. Calmos, gentis e muito amigáveis, assustam pelo tamanho – são cães de grande porte – mas parecem crianças querendo brincar no jardim ou quintal das residências onde vivem. Aliás, não se trata de um cão que pode viver em locais pequenos, não somente por conta de seu tamanho, mas também porque necessitam e muita atividade física. Vale sempre lembrar que os são bernardos são cães que foram criados efetivamente pata o trabalho duro em regiões em geral hostis.

De peito arqueado, de ombros longos e largos, pelagem também farta, longa e lisa, os “bernadinhos” também são considerados cães de salvamento. Eles são excelentes companheiros e muito devotados aos seus donos. Quem possui crianças em casa, eles são uma ótima escolha para um cão de companhia. Em geral apresentam um humor excepcional, bem fora do comum para os cães de grande porte. Um exemplar macho pode alcançar na fase adulta de sua vida, a altura de 70 centímetros, isto se considerado até a cernelha. Nos exemplares fêmeas, a altura não ultrapassa os 65 centímetros. Eles têm pelos longos e curtos, sendo que  estes últimos são mais leves e podem pesar até 75 quilos. Para os exemplares de pelo longo, o peso pode chegar até os 100 quilos.

Um exemplar macho custa em média R$ 1.000,00 e os gastos com um são bernardo são na mesma proporção do tamanho dele: grandes. Um macho adulto chega a comer 2 quilos de ração por dia. A ração que será dada ao “pequeno ser” deverá também ser de qualidade, de preferência a do tipo Premium, pois como os são bernardos são hiperativos, gastam muita energia e precisam de reposição de nutrientes.

Os pelos devem ser escovados diariamente, e banhos precisam ser quinzenais, no máximo mensais. As vacinas devem ocorrer dentro dos prazos recomendados pelo veterinário. Vermifugações semestrais.