Shih Tzu, Uma Linda Raça

Publicidade:

Com uma expectativa de vida que gira em torno de 16 anos, um dos cãezinhos mais adorados dentre os que fazem parte do grupo de raças pequenas está o shih tzu. Classificado ainda como cão de companhia, pertencente ao grupo 9, os shih tzu têm origem asiática e, como quase todas as raças caninas, há  uma lenda que gira em torno de seu surgimento, tentando explicar o porquê do cruzamento entre raças próximas para a criação de uma nova.

Segundo a lenda sobre a origem da raça, os shih tzus eram cães que ficavam trancafiados dentro dos templos dos monges budistas, pois eles costumavam ser classificados como cães muito assustados e medrosos. Entretanto, algumas características dos cãezinhos desta raça, contrariam tal lenda, a começar pelo significado de seu nome, que em português é “leão”. O nome dado à raça,  provém justamente do fato destes cães terem uma feição muito semelhante à do leão. O focinho é um pouco achatado, mas a cara é arredondada e muito peluda.

Os shih tzus, ainda na China antiga, eram doados como presentes aos imperadores, em sinal de reverência e muito respeito. Já nos anos de 1930, até mesmo a rainha Elizabeth ganhou um exemplar para criar em seu palácio e lhe fazer companhia.

Em certo período, este cãozinho também já foi considerado um amuleto de sorte,  e quem o possuísse teria, além de vida longa, muita fortuna. E isto promoveu à época, uma onda de roubos de shuh tzus.

Alegres, extrovertidos, cães de colo mesmo, são considerados ótimas companhias. Podem viver em locais pequenos e por conta disso são ideais para serem criados em apartamentos. No ranking de inteligência, ocupam o 80º. lugar, confirmando que estão entre as raças caninas mais espertas de que se tem notícia. Adoram crianças e amam seus donos. Em contrapartida, são muito teimosos e difíceis de serem educados. Para ter um shih tzu é necessário, não apenas gostar muito de cães, mas ter muito pulso firme e enorme paciência. Caso este cãozinho fique sozinho em casa e sinta que seus donos não estão por perto, latem muito. Mas se desce novinhos forem bem socializados inclusive com outros animais, costumam ser muito dóceis.

Os shih tzus costumam ter problemas respiratórios muito graves. Eles são cães braquicefálicos (focinho achatado), e tais problemas podem ser de níveis moderados aos graves. Por isso, devem viver em locais limpos e muito arejados. Roncam, espirram, e se não forem cuidados devidamente, costumam apresentar infecções recorrentes. Precisam se exercitar com frequência já que apresentam uma tendência à obesidade. O pelo precisa ser escovado todos os dias, para não embolar. Os olhos também precisam de higienização diária, para que infecções sejam evitadas. Quanto à comida, sempre devem se alimentar com ração de boa qualidade.