Veja os Cuidados Que Se Dever Ter com um Buldogue

Publicidade:

Cachorros são sempre bem vindos, e uma das raças mais especiais e queridas em terras tupiniquins é o Buldogue. Aquele rostinho cheio de bochechas e com muitas rugas encanta a todos. Diante disso, que tal saber um pouco mais sobre o Buldogue e como são os principais cuidados que se deve ter com ele?

A Origem do Buldogue

Não se sabe ao certo, quando foi que apareceu o primeiro exemplar dessa raça. O que se sabe é que a raça tem origem na Inglaterra, que por volta do século 18, existiam cães similares, porém bem mais altos que os exemplares que encontramos atualmente. Eles tinham como função, naquela época, de brigar com os touros, até que essas lutas (extremamente desiguais) foram proibidas.

O buldogue acabou sendo salvo por camponeses que mantiveram alguns animais da raça, mas com o tempo eles acabaram modificando e ficando mais baixos.

Características dos Buldogues

  • Cão de porte baixo, de 30 a 40 cm;
  • Peso em torno dos 20 kg;
  • Raça própria para fazer companhia;
  • Tem baixa energia;
  • Adora brincadeiras;
  • Muito apegado aos donos;
  • Adora crianças;
  • Fácil convívio com estranhos e outros animais;
  • Ciumento;
  • Não gosta de frio, nem de calor;
  • Não é cão de guarda;
  • Não gosta de outros cães;
  • Necessita de exercícios e;
  • Cuidados com a higiene.

Entendendo o Buldogue

Depois de ver algumas características podemos analisar melhor a raça. Ela é ótima para fazer companhia a idosos e crianças, é tida ainda com uma das raças mais carinhosas. Seu porte baixo permite que seja criado em apartamentos ou casas pequenas e sem quintais.

Não gosta muito de latir e por isso está na lista dos que não são exímios cães de guarda. Como ele aceita bem estranhos e outros animais, podemos dizer que é mais uma característica de um cão que não é bom para guardar. Por outro lado, não gosta de outros cães. Eles são extremamente ciumentos e não gostam da companhia de outros cães, no entanto, são muito apegados aos donos.

Como tem facilidade para engordar, os veterinários indicam que eles façam caminhadas pelo menos uma vez ao dia, mesmo eles não gostando de fazer exercícios. Muito cuidado se mora tem mora em um local muito quente ou muito frio, eles não se adaptam bem em ambientes extremos. O melhor para eles é um ambiente agradável, nem muito quente, nem muito frio.